♥ Rejane

♥ Rejane

terça-feira, 22 de junho de 2010

um conto para qualquer série --Estrelas em Greve

Estrelas em Greve - Um conto divertido para crianças de todas as idades !


"Todas as noites as mulheres se punham diante da TV para ver as novelas. Os homens cochilavam no sofá e a criançada brincava com os computadores.Ninguém tinha tempo de olhar para o céu.
Sem platéia, as estrelas decidiram entrar em greve por tempo indeterminado.A Lua, solidária com as amigas,aderiu ao protesto e também se escondeu.
Foi um fuzuê no mundo inteiro. As galinhas que dormiam com a estrela-d'alva, perderam o sono e deixaram de botar ovos. As corujas pararam de piar. Os tatus não sairam mais das tocas. Os grilos silenciaram. Os anjos da guarda, que desciam à noitinha para ninar as crianças,perdiam-se no caminho.

As damas da noite não abriam mais suas pétalas. No escuro, o vento não enxergava nada e não sabia para onde soprar. Os poetas caíram em desânimo e a produção de poesia imediatamente cessou.Os agricultores ignoravam se era ou não a época certa para semear. As marés, desorientadas, subiam e desciam à deriva.
Então, os homens descobriram que aquilo tinha a ver com o sumiço das estrelas. Chamaram os melhores astrônomos, mas eles não souberam explicar o ocorrido.Convocaram as feiticeiras para resolver o assunto, elas fizeram lá suas mandingas, mas não adiantou nada. A coisa estava realmente preta.
Até que, uma noite, um homem saiu de casa e se pôs a contemplar o céu na escuridão. Lembrou que a mãe lhe ensinara a posição do Cruzeiro do Sul. Outro se juntou a ele e recordou as histórias de lua cheia, quando aparecia o lobisomem. Um velho ouviu a conversa dos dois e veio contar que, em criança,tinha visto o Cometa Halley. Apareceu uma mulher e comentou que só cortava os cabelos na Lua minguante.
Outra mulher falou que, havia alguns anos,vira uma estrela cadente e fizera um pedido. O marido ouviu-a e disse que o pedido era ter o amor dele para sempre. Outro homem contou que lhe nascera uma verruga no dedo porque, quando garoto, apontara para as Três-Marias. Aos poucos as pessoas foram saindo de casa e cada uma tinha a sua história para contar sobre a Lua e sobre as estrelas.
Quando estavam todos na rua lhando o céu vazio, as estrelas que os observavam do fundo da noite, apareceram de surpresa, acendendo-se ao mesmo tempo.Foi lindo:parecia uma chuva de gotas prateadas. Em seguida despontou a Lua, com seu brilho magnífico,como um holofote .
Aí todos entenderam o motivo daquela greve.E , imediatamente, decidiram em concenso:podiam ver televisão, dormir no sofá e brincar com o computador todas as noites.Mas, de vez em quando,iriam dar uma espiadinha no céu para ver o show das estrelas."
"...Assim me contaram... e assim eu contei...
e é verdade ou não...eu também não sei !"


Créditos :Conto de João A. Carrascoza ilustrado por Ivan Zigg e publicado na Revista Nova Escola em novembro de 1997

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário

euzinha no Araiar sô

euzinha no Araiar sô
FESTA JUNINA

Dedicatória

Dedico este blog aos amigos que fazem a diferença, à galera da turma 208 (antiga 402) do magistério do Princesa Isabel, aos professores, orientadores e direção e aos amigos blogueiros que buscam neste blog subsídios para seus planos de aula. Grande beijo da Educadora Rejane! ♥